Curiosidade

A ORIGEM DO

* A logo da ANUC substitui a palavra capacete

Thomas Edward Lawrence, conhecido mundialmente por Lawrence da Arábia, foi, de forma indireta, o responsável por tornar o um item de segurança tão conhecido e importante. Ele era um oficial inglês que se tornou famoso por sua habilidade e percepção ao relatar ao mundo a terrível guerra que ocorreu em 1916 no então inóspito Oriente Médio. Apaixonado por motocicletas, Lawrence sofreu um acidente em sua moto, uma Brough Superior SS100, em uma estrada perto de sua casa de campo na pequena cidade inglesa de Wareham. O motivo do acidente se deu por uma irregularidade na estrada, que impossibilitou Lawrence ver com antecedência dois garotos que andavam de bicicleta. Ao tentar desviar para não feri-los, o famoso oficial inglês perdeu o controle de sua maquina e foi jogado por cima do guidão da motocicleta. Na queda, Lawrence da Arábia sofreu graves lesões na cabeça, entrando em coma, e, após seis dias, falecendo.
Indignado com a grande perda, Hugh Cairns, o neurocirurgião que o atendeu, iniciou um longo estudo sobre a perda desnecessária de vidas por pilotos de motocicleta que se feriam na cabeça. Graças a esse detalhado e amplo estudo de Cairns, tanto o exercito inglês quanto os civis passaram a utilizar , e consequentemente outros países seguiram o exemplo da Inglaterra.

Higienização do – Não se esqueça

1. Faça a limpeza do forro de seu capacete com maior frequência.

2. A cola deixada por adesivos no casco do capacete também se torna foco de bactérias.

3. com interior sujo não só pode deixá-lo doente como pode tornar a cura muito mais demorada.

4. Veja bem onde você apoia seu capacete, afinal o tampo de uma mesa de restaurante ou um banco de praça podem ter inúmeros tipos de bactérias.

5. Seja por conta da chuva ou do suor de sua cabeça, a umidade no interior do só ajuda a proliferar bactérias. Por isso, quando não estiver sendo utilizado, deixe-o com a “boca” para cima.

6. Se você presta serviço de moto-táxi, ofereça a seus clientes toucas descartáveis. Nem que você cobre a mais devido ao custo da touca, a fama de higiene e bom serviço lhes renderão uma boa freguesia.

7. Lembre-se, é como uma roupa íntima, precisa ser higienizada. Você já se imaginou utilizando a mesma cueca por meses?